Como a IoT impacta diversos setores

A IoT (Internet das coisas) está mudando e revolucionando a maneira como fazemos negócios. Ao conectar dispositivos e sensores à internet, as máquinas se tornam mais inteligentes. Estamos entrando em uma era em que análise de dados, conectividade e automação estão criando inovações e progressos antes fora do alcance já imaginado, permitindo que as empresas gerem mais valor.

À medida que a Indústria 4.0 ganha mais atenção, vemos dispositivos de IoT e sistemas integrados se tornarem cada vez mais predominantes em nossas vidas diárias. Pensando nesse futuro promissor, muitos setores começaram a integrar a tecnologia de IoT em seus processos e produtos.  As empresas que entenderem o potencial da IoT serão as principais impulsionadoras da inovação nos próximos anos.

O que é IoT?

IoT é uma abreviação de “Internet of  Things”, que segundo Gartner é uma “rede de objetos físicos que contêm tecnologia incorporada para se comunicar e sentir ou interagir com seus estados internos ou com o ambiente externo”. Isso significa que todos os dispositivos ao nosso redor podem ser conectados à Internet permitindo que eles troquem informações dando a condição de automação, capturar mais dados e controlar remotamente dispositivos e processos.

Segundo a Telebrasil, o ecossistema de IoT no Brasil vai crescer 20% ao ano até 2022 fazendo com que, cada vez mais, ocupe espaço no mercado brasileiro caminhando para uma grande transformação digital no país.

Existem muitas aplicações da IoT no mundo dos negócios. Quando as máquinas podem se comunicar umas com as outras, isso pode levar a uma melhor eficiência, operações aprimoradas e maior receita.

A IoT é usada em vários setores, como manufatura, logística, petróleo e gás, transporte energia/serviços públicos, mineração e metais, aviação e outros setores industriais.

Impacto da IoT na Manufatura

O aumento da IIoT ou Internet das Coisas Industrial é uma das maiores forças por trás do movimento da Indústria 4.0, pois permite automação, coleta de dados e análises aprimoradas, além de otimizar fluxos de trabalho e processos.

O uso da tecnologia IoT está trazendo grandes benefícios para a indústria. Ela está transformando o setor de manufatura com suas técnicas orientadas a dados e trazendo uma revolução digital aos negócios.

Os ativos integrados da IoT fornecem informações de dados em tempo real que permitem aos fabricantes tomarem melhores decisões. Os dispositivos de sensores fornecem informações valiosas sobre as condições das máquinas para análise obtendo melhores resultados.

Impacto da IoT na Agricultura

O termo “agricultura inteligente” é a aplicação de soluções de IoT na agricultura utilizando sensores para coletar métricas ambientais e de máquinas.

Cada vez mais as máquinas usadas no campo estão embarcando nas tecnologias para a utilização do mínimo possível dos recursos naturais e tirando o proveito ao máximo da região com a otimizando dos sistemas.

Vejamos um exemplo de como pode ocorrer uma melhoria: Se uma colheitadeira lhe mostra por meio de um sensor quanto cortou e colheu em cada ponta de uma área, é possível, por meio dessas informações, construir um mapa de produtividade. Com o mapa de produtividade, na próxima plantagem, poderá definir que, nas áreas de maior produção, poderá colocar menos adubo e onde a produção foi mais baixa, consequentemente, uma maior adubagem.

Outro exemplo, seria no controle de uso de água, defensivos agrícolas, fertilizantes e outros insumos que podem ser monitorados com o objetivo de melhorar o rendimento nas produções de cultivo.

Não podemos deixar de observar que o agronegócio tem que estender não só ao cultivo e manuseio da safra no campo, mas também fazer parte da cadeia da agroindústria e da distribuição.

Impacto da IoT na energia

O setor de serviços públicos foi um dos primeiros a adotar a IoT. Junto com a energia solar, eólica e outras tecnologias, a Internet das Coisas está ajudando a impulsionar a transformação digital e mudando a forma como as empresas de energia e os clientes interagem.

O uso de sensores IoT aos equipamentos de geração, transmissão e distribuição pode permitir que as empresas de energia monitorem remotamente. Essa abordagem de manutenção preventiva pode melhorar significamente a confiabilidade, fornecendo a oportunidade de fazer reparos antes de falhar.

Com IoT é possível ter uma grade mais distribuída através de uma tecnologia de rede inteligente para detectar mudanças no fornecimento e na demanda de eletricidade podendo reagir a essas mudanças de forma autônoma ou fornecer aos operadores as informações de que precisam para gerenciar a demanda com mais precisão.

Os medidores inteligentes permitem um registro mais exato do consumo de energia fazendo com que as empresas de energia faturem os clientes de forma mais precisa e eficiente.

Impacto da IoT em logística e transporte

As empresas de transporte e logísticas estão buscando agregar valor com sistemas avançados de comunicação e monitoramento habilitados pela IoT.

A IoT está ajudando as empresas de transporte a mapear rotas mais eficientes e maximizar o uso de combustível. Além disso, ajudam as empresas de logísticas a rastrear suas remessas e a monitorar estacionamentos com abertura de vagas disponíveis em tempo real.

Ela também pode ser usada em sistemas ferroviários para monitorar a velocidade do trem, mudar rota automaticamente e evitar acidentes. Os sistemas de pedágio a utilizam para ajustar os preços e facilitar o pagamento em tempo real.

Internet das Coisas em outros setores

A IoT (Internet das Coisas) está mudando e revolucionando a maneira como fazemos negócios. Ao conectar dispositivos e sensores à internet, as máquinas se tornam mais inteligentes. Estamos entrando em uma era em que análise de dados, conectividade e automação estão criando inovações e progressos antes fora do alcance já imaginado, permitindo que as empresas gerem mais valor.

À medida que a Indústria 4.0 ganha mais atenção, vemos dispositivos de IoT e sistemas integrados se tornarem cada vez mais predominantes em nossas vidas diárias. Pensando nesse futuro promissor, muitos setores começaram a integrar a tecnologia de IoT em seus processos e produtos.  As empresas que entenderem o potencial da IoT serão as principais impulsionadoras da inovação nos próximos anos.

Como a ProConcept pode ajudar?

A flexibilidade da IoT e dos dispositivos incorporados os tornam úteis em uma ampla variedade de aplicativos e ambientes. Ao oferecer às empresas uma oportunidade de aumentar a automação e melhorar o processo e a análise de dados, a IoT é uma ferramenta atraente para as organizações de todos os tamanhos.

Por essas razões, os dispositivos IoT continuarão a impulsionar mudanças em uma variedade de setores. Conforme a tecnologia amadurece e mais fornecedores começam a competir, as soluções se tornam mais aprimoradas.

As empresas que entendem as oportunidades que a IoT e os dispositivos incorporados oferecem a seu setor estarão bem-posicionadas para se beneficiar.

A ProConcept conta com soluções de IoT que conectam máquinas, processos e funcionários. Para entender mais sobre IoT e nossas soluções, acesse nosso site aqui.

Manutenção preditiva, preventiva e corretiva: o que são?

Os custos relacionados à manutenção representam boa parte das despesas operacionais do processo produtivo de uma planta fabril. Diante deste fato, muitas empresas utilizam metodologias diversas para otimizar seus processos e, consequentemente, reduzir os custos diretos e indiretos. É importante destacar que muitas vezes a aplicação de uma metodologia em um processo produtivo implica na reestruturação de diversas camadas da companhia e não somente no chão de fábrica.

Para buscar os resultados de performance produtiva, as empresas precisam aumentar diariamente a disponibilidade de máquina. Para isso, diversas técnicas de manutenção são aplicadas para obtenção do resultado esperado. Dentre as técnicas mais difundidas e utilizadas no mercado, destacam-se:

– Manutenção Corretiva: Neste procedimento, ocorre a atuação nos equipamentos para corrigir falhas, quebras/defeitos ou baixo desempenho, realizando intervenções que façam com que as máquinas retornem à operação normal. A manutenção corretiva só será indicada se existir falha que não pode ser prevenida.

– Manutenção Preventiva: Este procedimento é comumente utilizado em grande parte das companhias para checagem periódica de máquinas e equipamentos com o objetivo de prevenir possíveis falhas futuras. O procedimento demanda uma parada de processo e a disponibilidade de mão de obra especializada para a execução da atividade.

– Manutenção Preditiva: O objetivo principal é a redução de custos e o aumento da produtividade. Através deste procedimento, a própria máquina deverá informar aos responsáveis o momento da necessidade de uma intervenção no equipamento. Desta forma, os custos relacionados com paradas de produção periódicas e programação de mão de obra poderão ser reduzidos consideravelmente.

Pode-se afirmar que a Manutenção Preditiva não é um produto de prateleira, sendo necessário um estudo e desenvolvimento para cada situação e/ou equipamento. A manutenção preditiva utiliza alguns pilares da Indústria 4.0 para o seu funcionamento, como por exemplo: IoT (Internet of Things), Data Base, Data Analytics e Machine Learning.

Também são utilizados dados, modelos matemáticos e técnicas de aprendizado de máquina para identificar a probabilidade de resultados futuros a partir de dados históricos e antecipar um possível problema. O objetivo é ir além de saber o que aconteceu para obter uma melhor avaliação do que poderá acontecer no futuro.

A Manutenção Preditiva deve ser realizada por profissionais habilitados com capacidade para desenvolver algoritmos em plataformas de TI, integrando-os com o processo existente no cliente, de forma a criar um modelo de máquina/processo, e buscar a tão almejada informação preditiva. Assim, é possível melhorar indicadores de produção/manutenção e, principalmente, evitar perdas, obtendo-se, consequentemente, a redução de custos.

Texto escrito por: Bruno Luiz da Silva – Engenheiro de Automação