Exemplos da Indústria 4.0 no Brasil

Neste artigo vamos mergulhar neste tema e seus impactos para as empresas, inclusive com alguns exemplos da Indústria 4.0 com conceitos práticos de aplicação. Então, fique conosco!

Foi-se o tempo em que falar de tecnologia era sinônimo de promessa, futuro ou espera. A Quarta Revolução Industrial, ou Indústria 4.0, já é uma realidade e traz consigo o que de melhor e mais avançado tem de tecnológico, de modo a servir as empresas e indústrias.

O impacto é tão grande que indústrias estão mudando seus modelos de negócios, formas de produção e processos internos

E por que isso? Justamente porque a Indústria 4.0 revoluciona a maneira como a indústria produz, dando mais velocidade e eficiência para diversos processos.

 

O que é indústria 4.0?

Indústria 4.0 é um processo que tem avançado há alguns anos, cujo principal objetivo é integrar a tecnologia ao dia a dia das fábricas e empresas no geral

Por meio da Indústria 4.0, a automação industrial torna-se realidade, melhorando e acelerando processos.

Ao falar de Indústria 4.0 exemplos, podemos citar a inteligência artificial, big data, computação em nuvem, internet das coisas, etc.

 

Tem Indústria 4.0 no Brasil?

Já existem empresas no Brasil que estão aplicando a Indústria 4.0. Entre as grandes do mercado podemos citar Natura, Renault ou Bosch.

Mas há, também, empresas de médio porte que integram a tecnologia ao seu cotidiano e obtêm ótimos resultados com a Indústria 4.0, exemplos como: Mosaic, Rede D’Or, São Luiz, Ritz e muito mais!

Nos últimos casos citados, essas empresas contam com a ajuda da ProConcept para implantar soluções que aceleram a transformação digital.

 

Impactos da Indústria 4.0

Os especialistas da área da indústria são bastante otimistas quando o assunto é Indústria 4.0. 

Uma consultoria especializada, por exemplo, defende que o PIB do Brasil será impactado em até US$ 39 bilhões até 2030, justamente por conta da implantação da Quarta Revolução Industrial.

Estima-se, ainda, que esses impactos devam gerar economia e eficiência. No caso da manutenção de equipamentos, os custos devem receber uma redução que fique entre 10% e 40%.

O consumo de energia das indústrias também deve diminuir significativamente. Por fim, a eficiência do trabalho tende a crescer com a ajuda tecnológica, em porcentagens que ficam entre 10% e 25%.

 

Exemplos da Indústria 4.0 

Homem na indústria com tecnologia

Agora que já compreendemos o conceito geral e os impactos que deve gerar, vamos falar de exemplos da Indústria 4.0. 

Esses exemplos já estão presentes em muitas empresas do Brasil, embora algumas ainda manifestam certa lentidão para implantação, prejudicando o potencial competitivo.

Confira, a seguir, a os exemplos da Indústria 4.0:

 

Inteligência artificial

A inteligência artificial consiste em um processo eletrônico de aprendizagem da máquina, onde o computador consegue interpretar certos dados da realidade e tomar decisões que favoreçam a produtividade.

Essa aprendizagem é baseada em lógica, e é a base para interpretar situações. Por meio dessa aprendizagem também é possível analisar tendências e identificar comportamentos. 

Com esse arcabouço de funcionalidades, a tomada de decisão é apenas uma consequência.

 

Big Data

Não podemos falar de exemplos da Indústria 4.0 sem citar a Big Data.

Nunca os dados foram tão cultuados como hoje. Os dados são cada vez mais utilizados para buscar uma assertividade cada vez mais profunda nas decisões.

Big Data é uma ferramenta da Indústria 4.0 que permite a utilização dos dados em grande volume, variedade e complexidade, de modo a interpretá-los de maneira correta e automatizada.

 

Computação em Nuvem

Se você é um pouco mais velho, deve se lembrar que, antigamente, para ter um programa no computador, era preciso baixá-lo ou, no mínimo, instalá-lo através de um CD ou Pendrive.

Hoje isso mudou!

Mudou porque cada vez mais os programas estão hospedados na nuvem. Não é preciso mais instalar nada para utilizá-los, basta apenas acessá-los através do navegador. Esse é um processo característico da computação em nuvem.

Para as indústrias, isso ganha contornos ainda mais fortes, já que redes, softwares, análises, banco de dados, armazenamento de arquivos, etc., estão todos na nuvem.

 

Monitoramento e controle de máquinas

Uma aplicação bastante prática da Indústria 4.0 é por meio do monitoramento do tempo de ciclos.

Imagine o seguinte cenário: uma empresa conta com diversas máquinas em sua linha de produção. A priori, seria preciso destacar alguns funcionários só para monitorarem essa produção individualmente em cada máquina e, se preciso, interferir no processo.

A indústria 4.0 permite utilizar esses funcionários em outras funções mais importantes, já que através de um software todas as máquinas podem ser controladas em tempo real, gerando dados e possibilitando que uma única pessoa interfira no processo eletronicamente, caso precise.

 

Internet das coisas e manutenção preditiva

A manutenção preditiva é a melhor maneira de evitar gastos desnecessários com paradas não programadas. Isso é desastroso para os resultados no final do mês.

Ao falar de exemplos da Indústria 4.0, não podemos deixar de citar a internet das coisas, que consiste em utilizar a internet como tecnologia para envio de dados, informações e comandos.

Por meio da internet das coisas, as empresas podem gerar relatórios completos que ajudarão na manutenção preditiva.

 

Realidade aumentada para treinamentos

Engajar funcionários em treinamentos é um desafio e tanto. Esse desafio, no entanto, é diminuído, quando formas de inovação são integradas aos treinamentos, permitindo que os colaboradores queiram engajar-se mais diretamente.

A realidade aumentada é um recurso tecnológico interessantíssimo nesse sentido, já que pode colocar cada funcionário para visualizar inovadoramente os conteúdos dos treinamentos.

 

Conclusão

Antes de encerrar este artigo, vale a pena resumirmos os exemplos da Indústria 4.0:

  • inteligência artificial;
  • big data;
  • computação em nuvem;
  • monitoramento e controle de máquinas;
  • internet das coisas e manutenção preditiva;
  • realidade aumentada para treinamentos.

 

Gostou? Pois, chegou a hora de você implementar novas tecnologias na sua indústria, conte com a ProConcept

Entre em contato com nossa equipe para ter mais informações.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.